Páginas

REFLITA

"A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo".
Nelson Mandela



quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

IDEÁRIO DO EDUCADOR

Este decálogo poderia ser a prece de todo educador ao acordar pela manhã.
Sintetiza fantasticamente os compromissos de quem se propõe a educar. Primeiro, convida-nos à coerência e à integridade, unificando nossos pensamentos, palavras e ações através da prática incondicional do bem.
E segue orientando nossos passos, pedindo também a indispensável alegria e a simplicidade que nos aproxima sempre das almas educandas.
É um convite ao trabalho íntimo que todo educador precisa estar realizando, se pretende realmente educar alguém mais além de si mesmo.
Comenius (Psicografia: Dora Incontri)


1. Pensar no bem, falar no bem e exemplificar o bem.
2. Ser comedido nas palavras, correto na ação e ponderado nas emoções.
3. Cultivar a alegria, evitar a leviandade e mostrar-se sempre sincero.
4. Amar sem apego, ser doce com seriedade e firme sem dureza no coração.
5. Procurar a sabedoria com humildade, prezar a inteligência com clareza e ensinar com simplicidade.
6. Fazer-se entendido por todos, amado pelos bons e respeitado pelos rebeldes.
7. Servir à sociedade, transcender as convenções e buscar o Reino de Deus.
8. Ser puro de coração, elevado no pensamento e nobre no proceder.
9. Servir aos homens como quem serve a Deus, amar todas as crianças como suas e conviver amistosamente com a juventude.
10. Lutar pela Educação universal, empenhar-se pela Educação integral e praticar a Educação pelo amor.
QUEM É ......
Jan Amos Comenius (1592-1670), foi pensador e educador checo, descendente da vertente hussita da Reforma (seguidores de Jan Huss – ca. 1369-1415), pacifista, pregava em pleno século XVII, o desarmamento mundial e o diálogo inter-religioso.

Suas idéias se abrem para o terceiro milênio, pois ele foi precursor de projetos e propostas que apenas recentemente a civilização reconhece como diretrizes universais. É considerado o precursor da ONU, Zammenhof se inspirou nele para criar o esperanto, a língua universal. Declarava o direito universal da educação igualitária para todas as pessoas, de todos os povos e de qualquer condição. Tinha o projeto de pansofia – sabedoria do todo – e de pampædia – ensino para todos. Queria ligar pesquisa empírica (ciência), racionalidade filosófica e revelação religiosa para uma apreensão unitária, orgânica, integral da realidade. E queria tornar esse conhecimento acessível a todas as criaturas humanas. Ensinar tudo e todos – para que a humanidade se organizasse com os valores da fraternidade e da paz, era sua meta.

Dora Incontri nasceu em São Paulo é uma jornalista e escritora brasileira. É doutora em educação pela Universidade de São Paulo. É um importante nome da Pedagogia Espírita. Por todo Brasil, participa de seminários proferindo palestras embasadas neste tema.